27/08/2021

Santa Mônica, nossa padroeira!

Celebramos hoje, dia 27 de agosto, como Igreja, a memória litúrgica desta santa tão especial para nós; Santa Mônica! Que é nossa padroeira e exemplo de perseverança na oração.

 

Nascida em 331 na Argélia, no norte da África, Mônica foi, desde jovem, muito disciplinada e religiosa, sempre mostrando paciência e cuidado com os pobres. Essa disciplina, especialmente na oração, foi essencial para sua vida.

 

A santa foi entregue ao casamento, como costume da época, à Patrício, um homem rude, violento e pagão. Com ele, teve três filhos: Agostinho, Navigio e Perpétua. 

 

Sua filha mais nova tornou-se religiosa, mas Mônica sofreu por anos rezando pela conversão de seu marido e seus filhos, e o Senhor lhe deu a Graça de ver todos convertidos antes de morrer.

 

Rezou especialmente por Agostinho, que se encontrava entregue às paixões do mundo por mais de 30 anos. Hoje ele é Doutor da Igreja, e marcou com seus escritos a história da Igreja. Ela disse, antes de morrer, que: “Por um só motivo desejava prolongar um pouco mais a vida: ver-te católico antes de morrer. ”

 

Sua história nos mostra o poder da oração confiante, devota; nos mostra como a solidez na fé e a esperança em Deus e no Seu amor não decepcionam. A persistência na intercessão, apesar das lágrimas e do sofrimento, por aqueles que ela amava é um verdadeiro exemplo para nós. Podemos ver como é importante que rezemos pelos nossos filhos e os eduquemos para Deus nos preocupando com a salvação deles.

 

Antes de morrer, disse aos seus filhos: “Enterrai este corpo em qualquer parte e não vos preocupeis com ele. Só vos peço que vos lembreis de mim diante do altar do Senhor, onde quer que estejais. Seu corpo encontra-se hoje sepultado na igreja de Santo Agostinho, em Roma.

 

Santa Mônica, rogai por nós!

27/08: Solenidade de Santa Mônica. Missa Solene às 17h30, presidida por Dom Jesus Cizaurre, OAR